O turismo lento é o oposto do turismo de massas. É um tipo de turismo alternativo que o incentiva a tomar o seu tempo para variar!

1. Demorar o seu tempo nas férias

O slow tourism surgiu nos anos 2000 como uma forma de descobrir paisagens encantadoras, mergulhar na natureza e saborear os muitos prazeres da boa comida e da boa bebida.

É uma forma mais lenta de turismo, em que se aproveita o tempo para gozar as férias sem um horário agitado. É mais fácil relaxar e descobrir o mundo que nos rodeia.

Aqui, comemos no local e na época, não andamos de carro, preferimos transportes não poluentes, o que elimina ainda mais o stress (gasolina, estacionamento…).

2. Os benefícios do slow tourism

O turismo lento tem muitas vantagens, tanto para o planeta como para as pessoas.

Para os veraneantes, este tipo de turismo permite-lhes :

  • Demorar o tempo que for preciso
  • Desestressar
  • Regular o seu relógio interno
  • Conhecer novas pessoas e descobrir novas culturas de forma mais intensa
  • Descubra paisagens que só podem ser alcançadas a pé, de bicicleta ou a cavalo…

Além disso, como este tipo de turismo se baseia na redução das deslocações e transportes poluentes, contribui para a luta por um planeta mais limpo. Ficamos muitas vezes em casa de pessoas locais, compramos produtos locais, em suma, fazemos o que é preciso para ter umas férias com menos impacto, e isso é bom!

Definimos o “slow tourism” como o ato de se desligar para se encontrar a si próprio e desfrutar. Porque não experimentar este conceito na próxima vez que for de férias?

E para aproveitar ao máximo as suas férias, porque não combinar o turismo lento com microaventura ?